Eventos e Notícias

Confira a agenda de eventos e faça a sua programação.

Voltar para últimos eventos e notícias
    Maquete eletrônica usada para analisar o uso e ocupação do solo e volumetria
Pós em Foco | O Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV): método de avaliação por meio de matrizes matemáticas

O crescimento da urbanização é um fenômeno global e apresenta índices jamais alcançados na história. Considerada esta realidade, é de fundamental importância avaliar previamente as consequências da implantação de novos empreendimentos, seja de tipologia residencial, corporativa ou comercial, tendo como objetivo evitar ou diminuir possíveis prejuízos e impactos negativos à população, ao meio ambiente e aos empreendimentos e atividades pré existentes. A função de verificar previamente o que deve ocorrer na vizinhança de um novo empreendimento cabe ao Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV), que é um instrumento urbanístico de uso obrigatório pelos municípios brasileiros como pré-condição para a aprovação de projetos, conforme definido no Estatuto da Cidade (EC), Lei Federal 10.257/2001.

Com o título "O Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV): método de avaliação de impactos por meio de matrizes matemáticas”, o arquiteto Mario Barreiros desenvolveu tese de doutorado orientada pelo professor do Departamento Alex Abiko no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (PPGEC), na Área de Concentração Engenharia de Construção Civil e Urbana. No contexto, é fundamental ressaltar que EIVs analisam e avaliam todos os tipos de impactos que possam ser gerados, incluindo os impactos "cumulativos ou sinérgicos", assim como os impactos tangíveis e intangíveis. Adicionalmente, o processo de análise proposto na tese leva em consideração as dinâmicas de causa e efeito e as inter-relações diretas e indiretas causadas pelos impactos entre si e, também, entre eles e o meio em que se inserem.

Com o objetivo de minimizar avaliações subjetivas, o método proposto nesta tese de doutorado em foco busca identificar, quantificar e qualificar impactos. Para tanto estabelece relação direta entre a relevância dos impactos e as características de um empreendimento, principalmente porte e atividade, somadas às características do local de implantação. Por exemplo, na implantação de um conjunto habitacional os impactos mais relevantes decorrem do processo de adensamento demográfico e suas implicações com os equipamentos urbanos e comunitários, tais como: oferta de infraestrutura, transporte público, mobilidade, áreas de lazer, função social da propriedade e seus respectivos impactos socioeconômicos. No caso de um heliponto, o impacto relevante será sempre a produção de ruído. Já em casos que prevêem expansão de espaços urbanos, um dos principais impactos recai sobre o meio ambiente. Há, ainda, casos nos quais o impacto mais sensível é o sombreamento de vizinhos e, até mesmo, houve um caso estudado no qual o impacto mais relevante era provocado pela reflexão de raios solares em fachada de vidro espelhado.

Fundamentada em critérios numéricos e operações matemáticas, a tese apresenta índices de impacto de noventa e dois itens analisados, bem como classifica os impactos em função de seus atributos. Tais índices e classificações podem ser usados como instrumento de comparação e decisão de alternativas de projetos. No trabalho em questão, o total dos itens analisados foi categorizado em onze grupos temáticos. Trata-se de números que representam um incremento superior à 1.300% sobre os sete itens obrigatórios definidos pelo Estatuto da Cidade que são: Adensamento; Equipamentos urbanos e comunitários; Uso e ocupação do solo; Valorização imobiliária; Tráfego e transporte; Ventilação e iluminação e Paisagem e patrimônio.

O método utilizado na pesquisa é derivado da Matriz de Leopold, das avaliações de “pairwise comparison”, da teoria do enfoque sistêmico, do método Analytical Hierachy Process (AHP), do método Delphi e de matrizes desenvolvidas pelo autor da tese durante a elaboração de EIVs reais, submetidos a aprovações municipais. Os estudos basearam-se em cinquenta EIVs também desenvolvidos pelo arquiteto Mario Barreiros, sete dos quais foram analisados como estudos de caso, são eles: Conjunto Habitacional em Marília; Centro de Logística em Embu das Artes; Centro de Compras em São Paulo; Mc Donald’s em Bauru; Conjunto do CDHU em Diadema; Loteamento em São João da Boa Vista; Termo de referência para EIVs desenvolvido para a Prefeitura de São José dos Campos. O novo método de avaliação por meio de matrizes matemáticas desenvolvido foi aplicado em um caso real de um empreendimento corporativo com previsão para ser construído em Atibaia, o que comprovou sua eficiência.

Participaram da banca de avaliação da tese apresentada durante o último mês de junho, em conjunto com o professor orientador Alex Abiko, os professores Gilda Bruna do Mackenzie, Andreina Nigriello da FAUUSP, Marcos Campagnone da FAAP e Karin Marins, professora que também integra o corpo docente do Departamento. A íntegra da tese estará disponível para leitura online na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP (http://www.teses.usp.br).